• Sâmia Simurro

Resiliência e Sucesso Profissional

AUTORA: Sâmia Aguiar B. Simurro  


Resiliência e Sucesso Profissional

A tensão na vida e no trabalho é uma realidade. Estamos demasiadamente acelerados para o ritmo do nosso corpo. O que podemos observar cada vez mais são homens e mulheres constantemente exaustos, com excesso de responsabilidades, sem o descanso adequado para restabelecer o equilíbrio. O estresse está presente nas empresas de diferentes portes e nos mais diversos níveis hierárquicos existentes. A complexidade do trabalho num mundo globalizado aumenta dia a dia e a responsabilidade, a cobrança e, consequentemente, a pressão, se intensificam na mesma proporção.


Diante deste cenário que se apresenta de forma irreversível, como administrar e resistir as enormes demandas pessoais e profissionais e manter o equilíbrio emocional? Como não ficar doente e ainda assim tomar as melhores decisões? A resposta talvez esteja no treinamento da resiliência nas pessoas, ou seja, desenvolver em cada indivíduo, habilidades que possibilitem – no ao enfrentamento das tensões que se apresentam em sua vida a cada momento.


O conceito de resiliência vem da física e se refere à qualidade de alguns materiais de acumular energia quando tensionados, e de voltar ao seu estado inicial sem nenhum dano. No que se refere a pessoa, é sua capacidade de superar dificuldades e voltar ao seu estado de normalidade e equilíbrio. A pessoa ou o profissional resiliente adapta-se mais rapidamente as mudanças, se reorganiza, supera mais facilmente os obstáculos da vida, mantém-se sob controle, encarando tudo como desafios a serem vencidos.


Resiliência é mais do que simplesmente não se preocupar com os problemas. É a habilidade de administrá-los com eficiência e conseguir enxergar além deles. É a capacidade de gerenciamento do stress e da ansiedade própria em situações de tensão, mantendo o equilíbrio suficiente para seguir na direção da resolução de problemas, da superação de traumas ou tragédias.


O resiliente apesar das dificuldades, mantém o seu funcionamento físico e psicológico dentro de certa estabilidade que o permite manter suas metas e projetos de vida de forma otimista e positiva.  Isso não significa não se sentir triste diante de uma perda, nem significa que a pessoa é fria e sem sentimentos. O resiliente também não precisa sempre ser forte e não ter necessidade da ajuda de ninguém. Ao contrário, buscar a ajuda de outras pessoas pode ser essencial para se manter resiliente, uma vez que o apoio social pode ajudar no reequilíbrio emocional. As pessoas resilientes conseguem dimensionar adequadamente o problema, procuram aprender o máximo com a experiência e traçar rapidamente estratégias que ajudam a solucionar/ administrar ou superar determinada situação negativa.


Nos dias de hoje, é extremamente necessário que se busque o desenvolvimento da resiliência nas pessoas para se conseguir ultrapassar adequadamente as rápidas mudanças e dificuldades inerentes à vida moderna. Pessoas com a capacidade de administrar as adversidades, ultrapassam com menos sofrimento e apresentam melhores resultados diante de situações de tensão. Quanto mais resiliente for o indivíduo, menos doenças psicossomáticas e perdas ele terá e mais desenvolvimento pessoal será alcançado. É preciso ser capaz de se recuperar e refazer a vida, em cada obstáculo ou desafio encontrado. Quando diante de forte stress, é preciso aprender a administrar a tensão inevitável e buscar uma rápida adaptação para equilibrar novamente, sem danos futuros para a pessoa e ou empresa. O indivíduo que não desenvolve sua resiliência, não consegue manter sua produtividade e criatividade para contribuir com a solução do problema.


A resiliência é uma habilidade e como tal, pode ser desenvolvida ou aprimorada nas pessoas independente de sua personalidade. Todos podem melhorar e ser mais resiliente do que são no momento. Para se aprimorar e aumentar a capacidade de resiliência das pessoas vale ressaltar algumas sugestões como:


  1. Busque o autoconhecimento. Aprimore o conhecimento dos seus pensamentos, sentimentos e comportamentos. Entenda e respeite suas necessidades físicas e emocionais. Isso melhora seu autoconceito e autoestima.

  2. Aumente seu suporte social. Construa uma rede positiva de relacionamentos (família, amigos).

  3. Tenha bom humor. Pessoas alegres e bem humoradas são mais saudáveis e têm mais capacidade para enfrentar o estresse da vida e do trabalho.

  4. Mantenha a esperança e o otimismo. Tenha expectativas positivas, mesmo quando as coisas pareçam muito difíceis.

  5. Seja flexível. Aceite as mudanças e procure se adaptar rapidamente a elas.

  6. Aja com os problemas. Não espere que os seus problemas simplesmente desapareçam. Procure criar estratégias para resolver os problemas e vá buscar soluções.

  7. Aprenda com suas experiências. Busque lições em cada experiência e procure não repetir os erros do passado.

  8. Relaxe e medite. Procure aprender e adotar métodos práticos de meditação e relaxamento.

  9. Mantenha sua perspectiva de vida. Mantenha seus projetos e trabalhe para eles.

  10. Assuma riscos. Viver envolve riscos e é preciso ter coragem de enfrentar os desafios.


É importante lembrar que ser resiliente é uma experiência individual e é preciso adaptar todas as sugestões acima para sua realidade pessoal, respeitando sempre seu modo de ser.


SÂMIA AGUIAR BRANDÃO SIMURRO

Lattes: http://lattes.cnpq.br/2611850276095521

Mestre em Psicologia USP.

Sócia Diretora da Empresa SeR – Psicologia.


#dicasdeblog #WixBlog

26 visualizações

Psicologia & Coaching

Telefone - SER
Email - SER
Facebook - SER

+55 11 3284-5337 

ser@ser-psi.com.br

 

Av. Brigadeiro Luís Antônio,2503, cj 14, Jardim Paulista, São Paulo - SP

Telefone - Rachel
Email - Rachel
Linkedin - Rachel

+55 11 97206-4478

rachel@ser-psi.com.br

Rachel Skarbnik

Telefone - Sâmia
Email - Sâmia
Linkedin - Sâmia

+55 11 97206-4476

samia@ser-psi.com.br

Sâmia Simurro

© 2019 por SER-PSI