• Sâmia Simurro

ESPIRITUALIDADE INFLUENCIANDO NO NÍVEL DE STRESS DOS EXECUTIVOS (RESULTADOS PRELIMINARES)

AUTORIA: Simurro, Sâmia  A. B.; Nicoletti, Êdela A., Skarbnik, Rachel Z. 


ASPECTOS DA PERSONALIDADE DE PACIENTES PORTADORES DA SÍNDROME DOLOROSA PÓS - LAMINECTOMIA LOMBAR

INSTITUIÇÃO:

SÊR – Serviços em Psicologia


INTRODUÇÃO:

A relação da espiritualidade e os níveis de stress são bastante estudados, assim como os recursos que esta pode oferecer como fonte de alívio no enfrentamento do mesmo.


OBJETIVOS:

Investigar a presença ou ausência de espiritualidade nos executivos em relação a seus níveis de stress. Investigar a correlação da espiritualidade como fator de favorecimento dos resultados mais positivos na situação de stress.


METODOLOGIA:

Sujeitos: 1500 sujeitos de ambos os sexos de empresas de diversos porte e ramo de atividade.Instrumentos:Entrevista Semi dirigida e Instrumento de Geral de Avaliação de Níveis de Stress (IGANS) desenvolvido pela SÊR - Serviços de Psicologia.

Procedimentos: As entrevistas foram individuais com aplicação de instrumento de medida de nível de stress objetiva (IGANS). A questão da espiritualidade foi aqui abordada sob a ótica de ter uma religião, praticá-la ou não e não ter religião. Posteriormente foi realizada a análise qualitativa e quantitativa das respostas.


RESULTADOS:

84% da mostra encontrava-se na faixa de níveis de stress de moderado a grave (Moderado 38%, forte 44%, grave 2%) e 15,47 stress leve.Quanto à espiritualidade 81,03% declararam ter prática espiritual, 10,78% sem prática e não possuem 8,19%. Dos que apresentaram níveis de stress forte ou grave, 28% declararam ter prática religiosa, 37% possuíam uma religião mas não praticavam e 34% não possuíam religião. Aqueles que apresentaram níveis de stress moderado, 38% praticavam uma religião, 23% possuíam uma religião, mas não praticavam e 29% não possuíam. Dos que apresentaram stress leve, 65% possuem e praticam uma religião, 16% possuem, mas não praticam e 19% não tem religião.


CONSIDERAÇÕES FINAIS:

A religião favorece no enfrentamento do stress nos sujeitos dessa amostra. Outras análises estão sendo realizadas. Torna-se importante a investigação da influência das cognições, atribuições e crenças dos indivíduos em relação a ter uma religião, praticá-la ou não e não ter religião, como suporte para tais resultados.


#dicasdeblog #WixBlog

0 visualização

Psicologia & Coaching

Telefone - SER
Email - SER
Facebook - SER

+55 11 3284-5337 

ser@ser-psi.com.br

 

Av. Brigadeiro Luís Antônio,2503, cj 14, Jardim Paulista, São Paulo - SP

Telefone - Rachel
Email - Rachel
Linkedin - Rachel

+55 11 97206-4478

rachel@ser-psi.com.br

Rachel Skarbnik

Telefone - Sâmia
Email - Sâmia
Linkedin - Sâmia

+55 11 97206-4476

samia@ser-psi.com.br

Sâmia Simurro

© 2019 por SER-PSI